Furacão Irma chega ao Caribe; FOTOS

O Furacão Irma atingiu o Caribe e deixou 10 mortos até a manhã desta quinta-feira (7).

Em Saint Martin, autoridades confirmaram mais duas mortes, elevando a oito as vítimas fatais depois da tormenta. Uma pessoa também morreu em Saint Barth e outra, em Barbuda.

Na categoria cinco há mais de 33 horas, Irma é o furacão nesta intensidade máxima de mais longa duração já registrado no mundo até hoje pelos serviços meteorológicos – anunciou a agência Météo France nesta quinta.

Irma bate o recorde do supertufão Haiyan, que gerou, em 2013, nas Filipinas, os mesmos ventos (295 km/h) por 24 horas.

“Com uma intensidade dessas e com essa longevidade, nunca se viu no mundo, desde o início da era dos satélites. Isso há 50 anos”, disse à AFP a meteorologista Etienne Kapikian, da Météo France.

Mais da metade de Porto Rico está no escuro após a passagem do furacão Irma pelo país. Cerca de 50 mil lares também estão sem abastecimento de água.

O Irma prossegue avançando, a 26 km/h, em direção à República Dominicana e ao Haiti, em uma rota que o levará à Flórida até o final de semana, segundo o último boletim do Centro Nacional de Furacões (NHC, na sigla em inglês), com sede em Miami.

Veja fotos do Irma.

Águas avançam sobre as casas na Ilha de Saint Martin, no Caribe, após passagem do furacão Irma (Foto: Netherlands Ministry of Defence/Handout via REUTERS)
Casas destruídas após passagem do furacão Irma pela Ilha de Saint Martin, no Caribe (Foto: Netherlands Ministry of Defence/Handout via REUTERS )
Vista de cima da praia na Ilha de Saint Martin, no Caribe, após passagem do furacão Irma (Foto: Netherlands Ministry of Defence/Handout via REUTERS )
Destruição em Sint Maarten, parte holandesa na Ilha de Saint Martin, no Caribe, após passagem do Irma (Foto:  Netherlands Ministry of Defence/Handout via REUTERS )
Destruição vista de cima na Ilha de Saint Martin, no Caribe, após passagem do Irma (Foto: Netherlands Ministry of Defence/Handout via REUTERS )
Fortes ondas batem na costa de Fajardo, em Porto Rico, durante a passagem do furacão Irma pelo Caribe  (Foto: Alvin Baez/Reuters)
Fonte: G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *