Ex-prefeito de Santo Amaro é preso pela segunda vez

Foto: Ascom

O ex-prefeito de Santo Amaro, Ricardo Machado (PT), foi preso mais uma vez no âmbito da Operação Adsumus nesta terça-feira (26), após decisão proferida durante o plantão judiciário do 2º grau. O Ministério Público da Bahia (MP-BA) havia solicitado a prisão preventiva do gestor, acusado de fraudes na aquisição de materiais de construção, aluguel de máquinas e veículos e em licitações de obras públicas. O petista está detido na superintendência da Polícia Federal, no bairro de Água de Meninos, em Salvador.

Machado havia sido solto após pedido de habeas corpus protocolado por sua defesa no último dia 20 de dezembro. Na ação, deflagrada no dia 18 nas cidades de Salvador, Lauro de Freitas e Cruz das Almas, foram cumpridos seis mandados de busca e apreensão e cinco de prisão temporária expedidos pela Vara Criminal de Muritiba.

De acordo com o juiz substituto Moacyr Pitta Lima Filho, verificou-se risco de os investigados destruírem provas que pudessem prejudicar as investigações da Adsumus. “Portanto, a segregação temporária dos representados torna-se essencial para o bom deslinde do feito, já que o Ministério Público, como titular da ação penal, poderá obter as informações necessárias para apuração rigorosa dos fatos”, destacou o magistrado na decisão.

Também indiciado como participante do esquema que desviou R$ 20 milhões da administração do município, segundo o MP, o empresário Jonaldo Almeida do Carmo teve o pedido de habeas corpus acatado pelo TJ-BA, no último dia 21, e passou o Natal em casa.

Foto: Ascom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *